ORIENTAÇÃO PARA PEDIDOS DE TRANSFERÊNCIA

Transferência Interna e Externa


Processo seletivo ofertado aos estudantes regularmente matriculados nos Cursos de Graduação da UEFS, que desejam transferir de Curso dentro da própria Instituição, ou para os estudantes oriundos de outros estabelecimentos de ensino superior - do país ou do estrangeiro - que desejam transferir para o mesmo Curso ou Cursos afins na UEFS. As normas e condições para participar deste processo são publicadas no edital, de oferta anualmente, geralmente no segundo semestre do ano.

 

Para outras informações acesse a página da Coordenação de Seleção e Admissão ou encaminhe sua dúvida para csa@uefs.br.

 

 

Transferência ex-offício


É aquela que, independente da existência de vaga, é destinada a servidor público federal, civil ou militar, ou a seus dependentes, que tenha sido transferido por necessidade de serviço e seja proveniente de Instituições de ensino superior públicas. Na UEFS, às solicitações são avaliadas com base na Resolução CONSEPE Nº 109/2008 e nas recomendações da Procuradoria Geral do Estrado (PGE).

 

O(A) interessado(a) para formalizar o pedido, deve preencher formulário de solicitação (Requerimento da Graduação – transferência ex-offício), prestar os esclarecimentos (justificando a solicitação), incluir a data e a assinatura do(a) interessado(a) e enviar em formato PDF para expdaa@uefs.br, juntamente com documentação exigida. 

 

Documentação exigida (anexar em formato PDF)

 

1. Comprovante de transferência ex-offício (publicação em Diário Oficial);

2. Declaração de que já assumiu o posto;

3. No caso de dependente, xerox da certidão de nascimento ou casamento;

4. Cópia autenticada do documento de identidade;

5. Declaração de regularidade de matrícula na instituição de origem (Atestado de Matrícula);

6. Comprovação de reconhecimento/credenciamento da Instituição de origem e o curso autorizado ou reconhecido;

7. Histórico escolar oficial original e atualizado, assinado pela autoridade competente;

8. Comprovante de residência de local de origem e de destino.

 

Atenção: Em se tratando de transferência de policial militar, por recomendação da Procuradoria Geral do Estado (PGE), é necessário anexar publicação em Diário Oficial da "separata",  declaração de assunção ao novo posto e certidão da Polícia Militar da Bahia quanto ao fundamento da remoção do postulante, se em razão da exclusiva necessidade ou se a pedido e no interesse do militar.




Recomendar esta página via e-mail: